Física- Equilíbrio Térmico e Temperatura

Equilíbrio Térmico e Temperatura – Física Temperatura: A Temperatura é uma medida de grau de agitação das moléculas de um corpo. Sua avaliação é feita através de dispositivos denominados termômetros.Quanto maior a agitação térmica das moléculas, mais alta atemperatura do corpo. Calor, equilíbrio térmico e Temperatura Quando dois corpos com temperaturas diferentes são colocados em contato térmico, pode-se observar que a temperatura do corpo ”mais quente” começa a diminuir enquanto a do corpo ”mais frio” começa a aumentar. O corpo ”mais quente” perde energia térmica e o outro ganha. Há passagem de energiatérmica do corpo ” mais quente” para o ”mais frio”. A energia térmica que flui no sentido indicado é denominado calor. Calor: Energia térmica em trânsito devido à diferença…

Ler mais

Física- Espelhos, lentes e instrumentos

Reflexão difusa. A cor dos corpos  Quando a luz se reflete numa superfície irregular, dizemos que ocorreu uma reflexão difusa. Se a luz incidente dor constituída de raios paralelos, verifica-se que, após a reflexão difusa, deixa de existir nas maisdiferentes direções. Este fenômeno é fundamental para o nosso relacionamento visual com o mundo que nos cerca, pois á através dele que temos a percepção dos objetos. Há vários tipos de luzes, conforme a frequência que apresentam. A luz de menor frequência é a luz vermelha (3,8 x 10¹³+¹ Hz) e a de maior frequência é a luz violeta (8,3 x 10¹³+¹ Hz). Em ordem crescente…

Ler mais

Física: Calor Sensível e calor Latente

Se dois corpos com temperaturas diferentes forem postos em presença, verifica-se que, ao fim de certo tempo, eles terão temperaturas iguais. Dizemos então que foi atingido o equilíbrio térmico. O corpo mais quente (A) transfere calor para o corpo mais frio (B). no equilíbrio térmico: Ta = Tb A quantidade de calor que um determinado copo cede ou recebe, pode apenas variar sua temperatura ou então, mudar sua fase. A quantidade de calor trocada por um corpo é designada como calor sensível quando seu efeito no sistema é uma variação de temperatura. Seré calor latente, quando houver mudança de estado físico. Obs.: Enquanto a temperatura de uma dada substância estiver variado, não ocorrerá…

Ler mais

Física – Empuxo

Empuxo – Física O princípo de Arquimedes Embora válido para qualquer fluido (líquido, gás ou vapor) em equilíbrio, nas considerações seguintes vamos considerar que esse fluido seja líquido. Consideramos um corpo de massa m, peso P, volume V e densidade d, imerso em um líquido homogênico em equilíbrio de densidade d. O líquido atua sobre o corpo em toda a extensão de sua superfície que está em contato com o líquido. A resultante das forças aplicadas pelo líquido sobre o corpo é camada empuxo. Ela é direcionada na vertical, de baixo para cima, ou seja, opõe-se à ação da força peso que atua no corpo. Estabelece o Princípio de Arquimedes que: ”Um corpo imenso, parcial ou totalmente num líquido sofre a ação de uma força vertical, orientada…

Ler mais

A Conservação da Energia Mecânica

A conservação da energia mecânica será possível quando as forças de atrito puderem ser consideradas desprezíveis. Dizemos, nestas situações, que o trabalho é realizado por forças conservativas, ou seja, a resultante que age sobre o sistema somente é composta por forças conservativas. Por exemplo, durante a queda de um objeto em direção ao solo, desprezamos a resistência do ar e consideramos como única força atuante, a atração gravitacional, que é conservativa. Desde forma, em qualquer instante da queda, podemos dizer que há conservação de energia mecânica do sistema. Outra situação em que é possível admitir a conservação da energia mecênica é na compressão ou descompressão de um mola por…

Ler mais

Mecânica – Força

Princípio da inércia ou Primeira lei de Newton  O Princípio da inércia ou Primeira lei de Newton estabelece que: Um ponto material livre da ação de forças ou sob força resultante nula, ou está em repouso ou realiza movimento retilíneo e uniforme. Isto significa que um ponto material livre da ação de forças possui velocidade vetorial constante: V = O (repouso) ou V constante diferente de O (movimento re tilíneo e uniforme). Do princípio da Inércia resulta o conceito dinâmico de força: Força é a causa que produz num corpo variação de velocidade, isto é, produz aceleração. Na prática é impossível obter-se um poto material livre da ação de forças. No entanto, se o mesmo estiver sujeito a forças que…

Ler mais

As aves – Ciências

Adaptação ao voo As aves são vertebrados adaptados ao voo. Quase todas as suas características podem ser explicadas como favoráveis ao voo. Assim, por exemplo, as aves têm muito ar dentro do corpo, até mesmo dentro dos ossos, que são ocos, muito ar significa pouco peso, o que ajuda a voar. As aves possuem respiração pulmonar; seus pulmões comunicam-se com várias bolsas cheias de ar, chamadas sacos aéreos. Os sacos aéreos comunicam-se com os ossos, que são ocos. Assim, se pegarmos uma ave morta, cortarmos a ponta de uma asa e assoprarmos com um canudo na tranquéia dela, poderemos apagar um palito de fósforo (ou vela) situado à asa, em continuação ao…

Ler mais

As Glândulas – Ciências

Em nosso corpo existem órgãos que segregam substâncias importantes para o seu funcionamento: são as glândulas. Esses órgãos podem ser divididos de acordo com a sua função, em trÊs tipos: Tipos de glÂndulas 1. GlÂndulas de secreção externa (exócrinas): são aquelas que elaboram e lança, seus produtos para fora ou em cavidades de órgãos, através de canais excretores. Exemplos: glÂndulas salivares, lacrimais, sabáceas, sudoríparas, etc. 2. GlÂndulas de secreção interna (endócrinas): são glÂndulas que secregam seus produtos e os lança, diretamente ao sangue, porque não possuem canal excretor. Os produtos elaborados pelas glÂndulas endócrinas são chamados hormônios. Exemplo: glÂndulas hipófise, tireóide, supra-renais, etc. Hormônio: são substâncias que controlam o perfeito funcionamento do organismo humano. 3. Glândulas mistas (arfícrinas): são…

Ler mais

As capacidades físicas

Capacidades Físicas – A capacidade física pode ser melhorada/otimizada Capacidades Físicas são definidas como todo atributo físico treinável num organismo humano. Em outras palavras, são todas as qualidades físicas motoras possíveis de treinamentos comumente classificadas em diversos tipos: Resistência, força, velocidade, agilidade, equilíbrio, flexibilidade e coordenação motora (destreza). veja: Força: Habilidade que permite um músculo do grupo de músculos produzir uma tensão e vencer ou igualar-se a uma resistência na ação de empurrar, tradicionar ou elevar. Flexibilidade: Pode ser evidenciada pela amplitude dos movimentos das diferentes partes do corpo. É…

Ler mais