Matéria – Química

Química

Matéria é tudo o que tem massa e que ocupa lugar no espaço. A partir desta definição chegamos a conclusão de que tudo aquilo que podemos pesar, medir, etc…, no universo ao nosso redor é matéria. Exemplo: as pedras, a madeira, água, o ar. Por outro lado observamos também que o som, a luz, o calor não são matéria. Constuma-se também dizer que: ”corpo é qualquer porção limitada de matéria”. A madeira como vimos é um exemplo de matéria, porém, um pedaço de madeira ou uma tábua, são exemplos de corpo. Um lápis ou uma mesa de madeira são exemplos de objeto. Energia Sabemos…

Ler mais

Substâncias Simples e Compostas

Química

Qualquer tipo de matéria é sempre formada por partículas minúsculas chamadas átomos. Atualmente são conhecidos 111 tipos de átomos, quimicamente diferentes. Cada um desse tipo representa um elemento químico, o qual recebe um nome e uma abreviação chamada símbolo. Exemplo: Elemento: Hidrogênio símbolo: H Carbono símbolo: C Esses tipos de átomos diferentes podem se agrupar das mais variadas maneiras possíveis formando uma infinidade de moléculas diferentes. Cada molécula passa então a representar um substância pura ou espéciequímica. Cada substância é representada por uma abreviação denominada fórmula. Assim: H² = Gás Hidrogênio I. Substâncias Simples: As substâncias simples são moléculas formadas por átomos de um mesmo elemento químico. exemplo: Devemos observar porém que há átomos…

Ler mais

Separação Dos Componentes de um Sistema Homogêneo

Física

Separação Dos Componentes de um Sistema Homogêneo I. Sistemas homogêneos Sólido-Sólido Esses sistemas são denominados também de sólidas e são formados por cristais mistos. Exemplo: Cobre+ níquel II. Sistemas Homogêneos Sólido-Líquido 1. Evaporação: uma solução de sal comum em água, num pires deixando por vários dias, iremos notar, no final que a água evaporou, restando o sal na forma de pequenos cristais. Neste caso podemos afirmar que ocorreram 2fenômenos: processo de separação entre o sólido e o líquido e processo de cristalização do sólido. 2. Destilação Simples: É usado este processo quando o líquido não pode ser perdido. É realizado…

Ler mais

Conceito de reação endotérmicas, exotérmicas e equações termoquímicas

Física

Diariamente observamos que as reações químicas produzem ou são produzidas pela energia. Porém, não há dúvidas que o calor ou energia térmica é a forma de Energia junto às reações químicas. O calor ou energia térmica correspondente a maior ou menor agitação das partículas de um corpo. Termodinâmica – É o estudo das trocas de energia, que acompanham as transformações físicas e químicas. Termoquímica – É a aplicação da termodinâmica às transformações ou reações químicas. Reações Exotérmicas – produzem ou liberam calor Reações Endotérmicas – absorvem calor Medida do calor = cal (calorias ) 1 Kcal = 1.000 cal Calorímetros  Aparelhos usados para medir a quantidade de calor, que é liberada ou absorvida numa transformação física ou química. A quantidade…

Ler mais

Física- Equilíbrio Térmico e Temperatura

Física

Equilíbrio Térmico e Temperatura – Física Temperatura: A Temperatura é uma medida de grau de agitação das moléculas de um corpo. Sua avaliação é feita através de dispositivos denominados termômetros.Quanto maior a agitação térmica das moléculas, mais alta atemperatura do corpo. Calor, equilíbrio térmico e Temperatura Quando dois corpos com temperaturas diferentes são colocados em contato térmico, pode-se observar que a temperatura do corpo ”mais quente” começa a diminuir enquanto a do corpo ”mais frio” começa a aumentar. O corpo ”mais quente” perde energia térmica e o outro ganha. Há passagem de energiatérmica do corpo ” mais quente” para o ”mais frio”. A energia térmica que flui no sentido indicado é denominado calor. Calor: Energia térmica em trânsito devido à diferença…

Ler mais

Física – Refração

Física

Lentes Convergentes, lentes divergentes e Vidros Planos A Refração da Luz Índice de refração: Considere dois meios homogêneos e transparentes, separados por uma superfície. Quando a luz, propagando se num dos meios, índice de superfície se separando e passa a se propagar no outro meio, dizemos que está ocorrendo o fenômeno da refração luminosa. Explica-se pela refração uma série de fenômenos ópticos, como a aparência de quebre de uma haste, parcialmente mergulhada na água, ou a impressão de que uma piscina é mais rosa do que realmente é. A refração é acompanhada por uma mudança ma velocidade de propaganda da luz e no seu comprimento…

Ler mais

Física – Correntes de elétrons ou íons

Física

Fontes de Corrente: Ao estabelecermos um campo elétrico E-> num fio metálico– por exemplo, ligando as extremidades do fio aos polos de uma pilha ou de uma bateria – os elétrons livres existentes no fio, ficarão sob a ação de uma força elétrica. Como os elétrons são livres, eles entrarão imediatamente em movimento. O estabelecimento de um campo elétrico em um fio metálico provoca uma corrente elétrica. Também pode ser estabelecimento uma corrente elétrica em condutores líquidos. Consideremos, por exemplo, uma solução de NaCl. O sal dá origem a íons positivos (Na+) e aos íons negativos ( Cl-) que ficam livres e podem sofrer deslocamentos no interior do líquido. Ao se…

Ler mais

Física- Espelhos Planos

Física

Espelho é o sistema óptico constituído por uma superfície plana polida, onde a reflexão regular é fenômeno que ocorre com maior intensidade. Consideramos um ponto luminoso P diante de um espelho plano E. A luz proveniente desse ponto reflete-se no espelho, obedecendo às leis da reflexão. Um observador O, recebendo a luz refletida, tem a impressão de que essa luz origina-se de um ponto P situado ”dentro do esplho” e que, geometricamente, corresponde ao cruzamento dos prolongamentos dos raios refletidos. Esse ponto P é denominado ponto imagem virtual. O ponto P de onde realmente os raios são provenientes é o onto objeto real. O ponto objeto O e o ponto imagem P’ são simétricos em…

Ler mais

Física- Espelhos, lentes e instrumentos

Física

Reflexão difusa. A cor dos corpos  Quando a luz se reflete numa superfície irregular, dizemos que ocorreu uma reflexão difusa. Se a luz incidente dor constituída de raios paralelos, verifica-se que, após a reflexão difusa, deixa de existir nas maisdiferentes direções. Este fenômeno é fundamental para o nosso relacionamento visual com o mundo que nos cerca, pois á através dele que temos a percepção dos objetos. Há vários tipos de luzes, conforme a frequência que apresentam. A luz de menor frequência é a luz vermelha (3,8 x 10¹³+¹ Hz) e a de maior frequência é a luz violeta (8,3 x 10¹³+¹ Hz). Em ordem crescente…

Ler mais

Física – Caráter ondulatório da Luz

Física

Difração e interferência  Difração de luz – quando um feixe de luz atravessa uma fenda, os raios luminosos sofrem um desvio e o feixe de raios paralelos se transforma em feixe divergente. De um modo geral, podemos afirmar que um feixe de luzao passar em contato com uma aresta qualquer tem os raios mais próximos desta aresta desviados, sendo este fenômeno denominado Direção de Luz. O fenômeno da difração de luz permite explicar o aparecimento de franjas coloridas quando observamos uma fenda, pois o desvio das várias componentes da luz branca se faz com ângulos diferentes, acarretando uma verdadeira decomposição da luz branca.…

Ler mais