Categoria: | Sem categoria

FAÇA A SUA PERGUNTA A RESPEITO DE QUALQUER DISCIPLINA ESCOLAR OU UNIVERSITÁRIA. ESTÁ DIFÍCIL FAZER O TRABALHO? ENTÃO PERGUNTE!

Enviar pergunta

Répteis – Resumo

Répteis são vertebrados que vivem rente ao chão, sem patas ou com patas curtas, todos pecilotermos, a maioria ovípara e de fecundação interna, coração com 2 átrios e 1 ventrículo. Os jacarés possuem o ventrículo quase completamente dividido em dois. As cobras venenosas são vivíparas.
Existem 3 ordens de répteis: Escamosos, quelônios e Crocodilianos.
Escamosos: Possuem escamas revestindo o corpo. Há escamosos com patas (lagartos) e sem patas (cobras).
Quelônios: Possuem duas carapaças, com placas dérmicas. Vivem no mar (tartarugas), na água doce (cágados), ou na terra (jabutis).
Crocodilianos: São os jacarés. Como os quelônios, possuem placas dérmicas.
Os quilômios e os crocodilianos são protegidos por lei, pois estão ameaçados de extinção por causa da caça impiedosa do homem.
As cobras venenosas possuem escamas com nervuras, a cabeça triangular e achatada, pupila vertical e cauda terminando rapidamente. Possuem ainda, os ‘‘dentes de veneno”.
As cobras não-venenosas possuem escamas lisas, a cabeça arredondada, pupila arredondada e cauda afinando aos poucos.
As mordidas de cobras venenosas são perigosas e seu veneno é combatido por soro próprio.
Existem soros: anticrotálico (veneno de cascavel), antibotrópico (veneno de jararaca e urutu), antilocaprídeo (veneno de coral), antilaquético (veneno de surucucu). Existe ainda o soro antiofídico polivalente, que é uma mistura da anticrotálico e do antibotrópico.
Em casos de mordida por cobra venenosa, ferir com estilete ou canivete e região da mordida e chupar o sangue. procurar essistência médica imediata, para identificação da cobra e aplicação do soro (se possível, leve a cobra). Não aplique torniquete no local.

Postado por Karen Alves
Compartilhar no facebook

20 comentários para “Répteis – Resumo”

  1. myllena azeredo da silva disse:

    muito obrigado!!!!!!!

  2. myllena azeredo da silva disse:

    obrigado pela ajuda!!!!!!

  3. gordon freeman disse:

    muito obrigado,esse site é muito bom !!!!!!!!

  4. gordon freeman disse:

    valeu !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  5. Camila disse:

    Não deve cortar o lugar e muito menos chupar o local.

  6. rebeca disse:

    muito obg me ajudou muito msm

  7. thales disse:

    muito bom me ajudou muito em meu trabalho

  8. matheus servelin donato disse:

    adorei, ajudou muito no meu trabalho da escola sobre reptéis e o meu grupo agradece a quem postou isto nainternet obrigado

  9. raquel olivo disse:

    legal para pessoas cdf nerd

  10. raquel olivo disse:

    muito bom emsentar para bessoa nerd do caralho

  11. raquel olivo disse:

    Répteis são vertebrados que vivem rente ao chão, sem patas ou com patas curtas, todos pecilotermos, a maioria ovípara e de fecundação interna, coração com 2 átrios e 1 ventrículo. Os jacarés possuem o ventrículo quase completamente dividido em dois. As cobras venenosas são vivíparas.
    Existem 3 ordens de répteis: Escamosos, quelônios e Crocodilianos.
    Escamosos: Possuem escamas revestindo o corpo. Há escamosos com patas (lagartos) e sem patas (cobras).
    Quelônios: Possuem duas carapaças, com placas dérmicas. Vivem no mar (tartarugas), na água doce (cágados), ou na terra (jabutis).
    Crocodilianos: São os jacarés. Como os quelônios, possuem placas dérmicas.
    Os quilômios e os crocodilianos são protegidos por lei, pois estão ameaçados de extinção por causa da caça impiedosa do homem.
    As cobras venenosas possuem escamas com nervuras, a cabeça triangular e achatada, pupila vertical e cauda terminando rapidamente. Possuem ainda, os ‘‘dentes de veneno”.
    As cobras não-venenosas possuem escamas lisas, a cabeça arredondada, pupila arredondada e cauda afinando aos poucos.
    As mordidas de cobras venenosas são perigosas e seu veneno é combatido por soro próprio.
    Existem soros: anticrotálico (veneno de cascavel), antibotrópico (veneno de jararaca e urutu), antilocaprídeo (veneno de coral), antilaquético (veneno de surucucu). Existe ainda o soro antiofídico polivalente, que é uma mistura da anticrotálico e do antibotrópico.
    Em casos de mordida por cobra venenosa, ferir com estilete ou canivete e região da mordida e chupar o sangue. procurar essistência médica imediata, para identificação da cobra e aplicação do soro (se possível, leve a cobra). Não aplique torniquete no local.eu odeio ler

  12. raquel olivo disse:

    amo BIG TIME RUSH

  13. Sanclear disse:

    a menina Retardada doo Kraii viu essa Raquel Olivoo..

  14. Sanclear disse:

    gpstei do site

  15. Carolina Santos Klunk disse:

    muito obri por meu ajuda :D

  16. Milena Alves disse:

    Mt obrigado ajudou mt tirei 10
    Valeu para quem postou

  17. Kamikaze disse:

    Vlw me ajudou -
    Kamikaze !!

  18. mathheus disse:

    bom não me ajudou muito

  19. Carolina disse:

    Obrigada ! Me ajudou

  20. Jonathan disse:

    Muitíssimo obrigado a quem postou isso! Ajudou bastante!

Trackbacks/Pingbacks


Deixar um comentário

Curta no face

Receba resumos pelo e-mail

Coloque aqui o seu endereço de e-mail e receba nele explicações e resumos de matérias: