Pronomes Relativos

Português- Pronomes Relativos

Representam um antecedente e servem de alo entre a oração principal e a subordinada adjetiva. Os relativos tem importância no papel na coesão textual e garantem textos sucintos e fluentes.

Variáveis– O qual, cujo, quanto.
Invariáveis– Que, quem, onde (aonde, donde), como.

Emprego dos Relativos-

Que
Pode referir-se a pessoa ou coisa, antecedido ou não de preposições monossilábicas: a, com, de, em e por.

Exemplo: O jogador que entrevistei não foi simpático.

Está é a praia que eu me refiro.

O Qual
É empregador obrigatoriamente em substituição ao relativo que quando antecedido:
1) Das preposições sob, sobre, sem e locuções prepositivas.
Ex: Visitava frequentemente o túmulo sobre o qual depositava flores todas as semanas.

2) De certos pronomes indefinidos e numerais.
Ex: Os policiais prenderam vários baderneiros, alguns dos quais já tinham passagem pela polícia.

Quem
Empregado em referência a uma pessoa ou coisa personificada.
Ex: É uma pessoas a quem devo muito.

Onde
Tem sempre como antecedente palavra que denota lugar, espaço.
Ex: A cidade onde moro é tranquila.

Quanto
Tem como antecedente os pronomes indefinidos tudo, todos.
Ex: Doei tudo que me fazia lembrá-lo.

Cujo

Empregado apenas pronome adjetivo, o relativo cujo assume o valor de um possessivo numa oração que conta sempre com um possuidor e uma coisa possuída. Pode vir ou não antecedido de preposição e concorda em gênero e número com a coisa possuída.
Ex: Comprou um lindo apartamento de cuja varanda se avista o mar.

OBS: O referente é o nome “apartamento” mas concorda em gênero e número com o nome “varanda”.

Como
É empregado quando o antecedente são palavras modo maneira e forma.

Postado por Karen Alves

Um comentário para “Pronomes Relativos”

Trackbacks/Pingbacks


Deixar um comentário

Curta no face

Receba resumos pelo e-mail

Coloque aqui o seu endereço de e-mail e receba nele explicações e resumos de matérias: