Crase – Português

Crase e suas regras: Língua Portuguesa

Combinação e fusão

Compare as palavras em destaque nas frases:

Os cidadãos devem obedecer ao regulamento.
Os cidadãos devem obedecer à lei.

Na primeira oração, empregamos ao, pois:
-Obedecer pede a preposição a;
-Regularmento pede o artigo o.

Houve a combinação da preposição com o artigo.

Os cidadãos devem obedecer ao regularmento.

ao-> a= preposição; o= a= artigo. combinação= ao

Na segunda oração, empregamos à pois:
-Obedecer pede a preposição a;
-Lei pede o artigo a.

Houve a fusão da preposição com o artigo.

Os cidadãos devem obedecer à lei.

à: a= preposição; a= Artigo. à= fusão.

A fusão de dois fonemas iguai denomina-se crase.

Crase é a fusão de dois fonemas iguais.

Na língua escrita, indica-se a crase por meio de acento grave (`).

Emprego da Crase

1. Emprega-se a crase sempre que ocorrerem duas condições:
a) palavra que exija a preposição a;
b) palavra que venha antecedida de artigo feminino a ou as.

2. Não se emprega a crase diante de palavras que não pedem artigo feminino a ou as.

Observe algumas classes de palavras que não vêm antecedidas de artigo.
Diante delas não se usa a crase:

a) Diante de verbo:
Começou a chover.
Chegaram a falar.

b) Diante das palavras masculinas:
Vende-se a prazo.
Entregue isso a João.
Caminhavam a pé.

c) Diante de pronomes pessoais:
Obedeceu a mim.
Disse a ela.

d) Diante de pronomes de tratamento:
Faço a V. S.ª este pedido.
Amou a você.

e) Diante de nomes de cidade:
Fui a Santos.
Dirigiu-se a Recife.

f) Nas locuções formadas com a repetição da mesma palavra:
Estavam frente a frente.
Dia a dia, a empresa foi crescendo.

Fontes de consulta: Livro de português / Hermínio Sargentim

Postado por Karen Alves

Comments are closed.

Curta no face

Receba resumos pelo e-mail

Coloque aqui o seu endereço de e-mail e receba nele explicações e resumos de matérias: