Classicismo

renascimento foi um vasto movimento cultural que surgiu na Europa em fins da Idade Média e que objetivou fazer reviver as ideias da antiguidade clássica nas artes, na literatura e na cultura.
Foi, portanto, uma continuação do humanismo, com objetivos mais definidos.
A luz dessas ideias, inicia-se, no século XVI, o movimento literário chamado classicismo. O homem com sua rezão e busca da arte universal, forna-se o centro de tudo em contea posição ao período anterior, Idade média, em que a sociedade estava Voltada para Deus e os valores espirituais.

Características do Classicismo 

Imitação dos autores clássicos gregos e romanos da antiguidade.
Uso da Mitologia: Os Deuses e as musas, inspiradores dos clássicos gregos e latinos, aparecem também nos clássicos renascentistas.

Predomínio da Razão sobre os Sentimentos: a linguagem clássica não é subjetiva neem impregnada de sentimentalismo e das figuras, porque procura coar, através da razão, todos os dados fornecidos pela natureza e, desta forma, expressar verdades universais.

Uso de uma linguagem sóbria, simples, sem escesso de figuras literárias.
Idealismo: os clássicos abordam o homem ideal, liberto de suas necessidades diárias, comuns. Os personagens centrais das epopéias são-nos apresentados como seres superiores, verdadeiros semideuses, sem defeitos.

Amor platônico: os poetas clássicos revivem as ideias de plantão de que o amor deve ser sublime, elevado, espiritual, puro, não- físico.

Busca da universidade e impessoalidade: a obra clássica torna-se a expressão de verdades iniversais, eternas, e desprezados particular, o individual, aquilo que é relativo.
Epopéia são poemas longos sobre feitos grandiosos e heróicos, como foram as grandes descobertas marítimas dos portugueses. São epopéias famosas da Antiguidade clássica: Ilíada e Odisséia, do Homero.

Postado por Karen Alves

Deixar um comentário

Curta no face

Receba resumos pelo e-mail

Coloque aqui o seu endereço de e-mail e receba nele explicações e resumos de matérias: