FAÇA A SUA PERGUNTA A RESPEITO DE QUALQUER DISCIPLINA ESCOLAR OU UNIVERSITÁRIA. ESTÁ DIFÍCIL FAZER O TRABALHO? ENTÃO PERGUNTE!

Enviar pergunta

Anfíbios- Metamorfose e Reprodução

Quando os animais se reproduzem, formam filhotes parecidos com os pais. Um cachorrinho só pode parecer com um cachorro, do mesmo jeito que um jacarezinho parece com um jacaré adulto.
O filho do sapo se chama girino, bem diferente do sapo adulto.
Quando os filhotes nascem com formas diferentes da forma dos pais, dizemos que eles são larvas.
Quando as larvas crescem, elas mudam de forma, ficando iguais ao animal adulto. Essa mudança de forma chama-se metamorfose.
Muitos invertebrados sofrem metamorfose.
Entre os vertebrados, a metamorfose é observar apenas em peixes e anfíbios.
A larva de peixe chama-se alevino e a de anfíbio chama-se girino.

Para a reprodução, o macho segura a fêmea ambos liberam suas células reprodutoras na água.
Os espermatozoides penetram nos óvulos, formando os ovos dão origem ao girino,
Durante a metamorfose do sapo, os girinos perden a cauda e ganham patas. Primeiramente formam-se as patas de trás, e depois as da frente.
Uma profunda modificação ocorre no sistema respiratório: os girinos respiram por brânquias e os sapos adultos respiram por pulmões.

Respiração

Durante a metamorfose, os sapos perdem as brânquias e desenvolvem pulmões, pois deixam o ambiente aquático e passam ao terrestre.
As brânquias são próprias para respiração na água e os pulmões são próprios para a respiração aérea.
Os sapos possuem, então, dois tipos de vida: aquáticas e terrestre. Levam vida aquática quando são girinos, e vida terrestre quando são adultos.
por esta razão, os sapos são classificados como anfíbios, palavra que significa ”duas vidas”.

A pele dos Anfíbios

Os sapos vivem em ambiente úmido mesmo quando adultos. Se ficarem expostos ao sol, secaram e morrem. Isto acontece porque sua pele não possui revestimento de proteção contra perda de água.
A pele é ricamente vascularizada, permitindo ao sapo retirar através dela o oxigênio existente na água do ambiente úmido em que vive.
respiração cutânea nos vertebrados só é intensa em anfíbios. Isto é possível graças à pele nuaúmida e ricamente vascularizada. A umidade é garantia por glândulas mucosas.
Em alguns casos, a pele apresenra glândulas de veneno, como acontece em muitos sapos.

Postado por Karen Alves
Compartilhar no facebook

10 comentários para “Anfíbios- Metamorfose e Reprodução”

  1. liti disse:

    adorei com isso tirei 95 no trabalho

  2. vitoria disse:

    o coisa chata

  3. bruno disse:

    vitoria também concordo que a ciência é chata mais se é chata por que tu esta aqui então estou aqui para tirar nota boa na prova e voce

  4. belieber disse:

    ‘-’

  5. TAMYRES disse:

    EU AINDA NAO LI MAS ACHO QUE VOU GOSTA MAIS SE FOR RUIM EU VENHO AQUI RECLAMAR KKK’S EU VOU ESTUDAR ISSO PARA A PROVA

  6. francini disse:

    legal,consegui responder tudo lendo isso.agora sim eu entendi tudo

  7. ariadine disse:

    a minha mao esta doendo eu escrevi isso e a metamorfose dos girinos mas o importante e que eu vou ganhar nota muito boa.
    a ciencia e chata mas e importanta para o nosso futuro

  8. Jonathan disse:

    Adorei. Agora so preciso de + algumas informações. Mas o q li no texto tá massa! Ajudou bastante.

  9. Jonathan disse:

    Só tem uma coisa: vou precisar fazer um resumo do resumo… kkk! As informações tão boas + estão específicas d+. Não preciso d koisas tão detalhadas. + vlw aew!

Trackbacks/Pingbacks


Deixar um comentário

Curta no face

Receba resumos pelo e-mail

Coloque aqui o seu endereço de e-mail e receba nele explicações e resumos de matérias: