A economia do período pré-colonial do Brasil

Já no período pré-colonial tem início o primeiro ciclo econômico da história Brasileira, que foi o ciclo do pau-brasil. Os portugueses já conheciam está madeira e a sua importância, conhecida como”a madeira de tingir”.

O pau-brasil era uma madeira de cor avermelhada de onde se podia extrair tinta para colorir tecidos.

A exploração do pau-brasil ainda não permitia a montagem do sistema colonial, tendo apenas possibilitado o surgimento comercial e como forte para combater invasores e piratas.
Ela também não construiu para o início da ocupação porque todo o trabalho da extração e transporte da madeira até as feitorias eram realizados com a mão-de-obra indígena, em troca eles receberam objetos sem qualquer valor comercial.

A partir da década de XX são enviadas ao Brasil as chamadas expedições colonizadoras. Nestas embarcações já estão presentes elementos fundamentais a montagem da estrutura colonial: Padres jesuítas, mudas de cana-de-açúcar e todo tipo de degredo.

Os portugueses foram motivados a iniciar o processo de colonização em função de duas questões: primeiro a decadência do comércio com as índias, que já não apresentava os mesmos lucros, seguido pelo receio de perder os direitos sobre o território brasileiro em decorrência aos novos tratados que estavam sendo assinados.

Postado por Karen Alves

Deixar um comentário

Curta no face

Receba resumos pelo e-mail

Coloque aqui o seu endereço de e-mail e receba nele explicações e resumos de matérias: