A descrição – Redação

Objetivo da descrição

descrição não tem por finalidade apresentar todos os detalhes qie compõem um objeto, ambiente ou personagens descritos, mas objetiva fundamentalmente ao leitor uma determinada impressão, sugestão do objeto, do ambiente ou do personagem.

Observe isso no texto abaixo:

”Jerônimo era alto, espadaúdo, construção de touro, pescoço de Hércules, punho de quebrar um coco com um murro: era a força tranquila, o pulso de chumbo. O outro,Franzino, um palmo mais baixo que o português, pernas e braços secos, agilidade de maracajá: era a força nervosa; era o arrebatamento que tudo desbarata no sobressalto do primeiro instante. Um sólido e resistente; o outro, ligeiro e destemido; ,as ambos corajosos.”

Nesse texto, extraído do romance O cortiço, Aluísio Azevedo selecionou determinados detalhes dos personagens suficientes para caracterizar e sugerir ao leitor a força bruta de Jerônimo e a agilidade de Firmo. O autor, coloca apenas as peças fundamentais de um quebra-cabeça, deixando as demais para serem preenchidas pela imaginação do leitor.

A Descrição como Enriquecimento da Narração

descrição constitui um excelente recurso a ser utilizado dentro de um texto narrativo. Podemos dizer inclusive que será ela a responsável pela vitalidade e expressividade da narrativa. Ela consegue criar toda a atmosfera dramática e efetiva do texto e é através dela que o narrador penetra na alma do personagem. Observe, no texto seguinte, a presença da descrição dentro da narrativa.

”Maria Irmã escutou-me, séria. A baquinha era quase liear, os olhos tinham fundo, fogo, luz e mistério, etonteava-me ainda mais o negrume encapelado dos cabelos. Quando eu ia repetir meu amor pela terceira vez, ela, com voz tênue como cascata de orvalho, de folha em flor e flor em folha, respondeu-me:
Em todos os outros que me disseram isso, eu acreditei… Só em você é que eu não posso, não consigo acreditar…”

Guimarães Rosa, Minha gente

OBS: esse trecho perderá toda a atmosfera psicológica se nós omitirmos os trechos descritivos. Experimente.

Na narrativa moderna, sobretudo em contos e crônicas, a descrição acompanha a própria dinâmica dos fatos. O autor seleciona alguns aspectos do personagem suficientes para caracterizar-la física e/ou psicologicamente.

Postado por Karen Alves

Deixar um comentário

Curta no face

Receba resumos pelo e-mail

Coloque aqui o seu endereço de e-mail e receba nele explicações e resumos de matérias: